segunda-feira, dezembro 31, 2012

domingo, dezembro 30, 2012

sábado, dezembro 29, 2012

Corrida de táxi fica mais cara a partir de janeiro em Petrópolis

A partir do dia 1º de janeiro a bandeirada (tarifa) dos táxis de Petrópolis passa a valer R$ 4. O decreto que permitiu o aumento de 12% foi publicado no Diário Oficial do último dia 18. A aferição dos taxímetros devem ser feitas até o dia 13 de março. O decreto também especifica a tarifa pela hora parada (tempo de espera) no valor de R$ 18,02 e a tarifa de retorno (entre 21h e 06 h) quando o veículo não voltar com o passageiro. Neste caso, de acordo com a lei, será cobrado 10% do valor para o primeiro distrito e 20% para os demais. E nas zonas rurais um aumento de 20% sem que haja discriminação de horário. A lei também estipula o valor para o transporte de bagagem, R$ 0,95 por 10 quilos de bagagem excedente. Fonte:Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, dezembro 28, 2012

Carta de deputados sobre problemas na BR-040 já foi enviada a Dilma

A carta encaminhada pelos deputados estaduais a presidente Dilma Rousseff pedindo que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) tome medidas firmes contra a Concer, segundo informações, ainda não chegou ao Palácio do Planalto, pois foi encaminhada na sexta-feira pelo Correio. A expectativa é que a presidente, ao tomar ciência dos problemas vividos pelos petropolitanos que sobem e descem a Serra de Petrópolis, determine que a ANTT tome as providências para fazer com que a Concer cumpra o contrato ou rescindir o contrato de concessão. O deputado estadual, Bernardo Rossi afirma que a falta de melhorias na BR-040 vem causando grandes prejuízos a Petrópolis e também as cidades mineiras que dependem da BR-040 para o transporte de mercadorias.Desde a época em que foi presidente da Câmara Municipal, no período de 2009 e 2010, Rossi trava uma batalha com Concer, entrando inclusive na Justiça contra a concessionária. O apoio da maioria dos deputados estaduais, 59 dos 70 parlamentares fluminenses, é fundamental para que o Governo Federal também se posicione com a relação a Concer, já que tudo indica que a concessionária conta com apoio da ANTT. Para Rossi não é possível aceitar a prorrogação do contrato por mais cinco ou dez anos em troca da construção da nova pista de subida. “Durante anos a concessionária vem lucrando com o pedágio e não vimos neste período nenhuma melhoria para os petropolitanos” Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, dezembro 27, 2012

Concer inicia reforma do trecho da BR-040, campeão de acidentes na pista de subida

Obra de estabilização da encosta e alargamento da via antes do quilômetro 96, na pista de subida da Serra, a intervenção está sendo realizada com prazo de conclusão de quatro meses. O trecho é o campeão de acidentes com caminhões de carga: pelo menos 40 deles registrados em 2012. A execução da obra foi acertada em reunião, em outubro, entre Concer, concessionária que administra a Rio-Petrópolis-Juiz de Fora, e representantes da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCAM), encontro intermediado pelo vereador Baninho (PSD). A obra está sendo feita pela Contemat Geotecnia, empresa carioca. - A média anual de acidentes com carros de carga ultrapassa 200 registros em toda a pista de subida. Em alguns trechos da estrada, pelo alto índice, é possível identificar que há problemas na pista que podem ser corrigidos. Foi o que apontamos, em reunião com a Concer, e que a concessionária atendeu", afirma Baninho que esteve nesta segunda-feira (24.12) avaliando o andamento das obras. "É nítido um desnível na pista até mesmo para motoristas que não são profissionais", aponta Baninho que acredita que além da obra, "sinalização e redutores de velocidade devem ser instalados para cessar os acidentes". Celso Fernandes, 53 anos, e motorista profissional há 35 anos, considera ainda falta de manutenção nas pistas como perigo aos motoristas. "A sinalização também é falha e um controle de velocidade inexiste". Principal corredor de tráfego entre os estados do Rio e de Minas Gerais, com uma média diária de fluxo de 65 mil veículos, a pista de subida da Serra foi aberta em 1928. "É claro que hoje há veículos de maior porte, que naquela época não existiam e que o emprego de velocidade é maior. Além das obras, não só neste, mas em outros trechos, é dever da concessionária aplicar ferramentas de segurança como obras, sinalização e radares para reduzir os índices. A obra do km 96 é uma primeira intervenção das muitas que precisam ser feitas até que a nova pista seja executada", afirma Baninho. A reunião, em outubro, teve a participação ainda de representantes da Associação Fluminense de Transportes de Carga (AFTranscar), da Transportes Salvini, Carlos Augusto Ferreira; da Polícia Rodoviária Federal e da Viação Única. "Além dos riscos, os acidentes provocam engarrafamentos de horas que comprometem transporte de cargas, de passageiros, afetam indústrias e comércio e refletem na economia de cidades fluminenses e mineiras. A manutenção e melhorias das pistas, além de questão de segurança, são de ordem econômica FonteTribuna de Petrópolis

quarta-feira, dezembro 26, 2012

terça-feira, dezembro 25, 2012

Deslizamento bloqueia a BR-040, em Petrópolis

A Rodovia Rio/Juiz de Fora (BR-040) está interditada nos dois sentidos desde de 20h desta segunda-feira (24) na região de Itaipava, distrito de Petrópolis, Região Serrana do Rio de Janeiro, por causa de um deslizamento de uma grande pedra. O deslizamento ocorreu no km 50. Segundo a concessionária Concer, que administra a estrada, o incidente não deixou feridos. Por volta de 0h20 desta terça-feira (25) não havia lentidão no local. Não há previsão para liberação da rodovia, de acordo com a concessionária. Desvios A Concer informou que há desvios para o motorista seguir viagem: quem segue para o Rio sai da estrada no km 39 e retorna no km 52; na direção de Juiz de Fora as opções são as saídas nos km 51 (para quem está de carro) e km 62 (para caminhões e ônibus). Fonte:O Globo

segunda-feira, dezembro 24, 2012

Feliz Natal!

Para falar do Natal, não existem segredos, basta olhar para dentro de nós mesmos. No Natal, estamos propícios a amar mais, ter mais carinhos, ser mais solidários. É o que nos envolve, este Espírito Natalino. Mas vejamos o mundo num foco mais nítido - isso ocorre somente nesta época do ano. O nascimento de Jesus Cristo tem o poder de causar essa transformação em nós. Época em que surgem milhares de voluntários, pessoas fazendo seus donativos, pessoas se abraçando, trocando calor humano com seus entes queridos. Eu vejo muita gente se engrandecer diante desse espírito, mas eu somente tenho a perguntar: - Por que? Porque essas coisas só ocorrem no mês de Dezembro? Será um mês sagrado? Será que é tão difícil sermos assim o ano inteiro? Todos os dias de nossas vidas, nós devemos amar uns aos outros, respeitar uns aos outros, sermos solidários. O mundo não funciona somente no Natal, as crianças não necessitam de carinho, apenas no Natal, os necessitados, não passam fome, não sentem frio apenas no Natal. Eu quero olhar o Mundo e poder ver isso todos os dias. Se Deus me concedesse um desejo, desejaria que nascesse um Jesus Cristo todos os dias.

domingo, dezembro 23, 2012

BR-040 funciona em esquema especial de fim de ano

A expectativa da Concessionária é que 273 mil veículos utilizem a Rio-Juiz de Fora até terça-feira./Foto: Roque Navarro. A BR-040 vai operar em esquema especial de atendimento durante o fim de semana prolongado pelo feriado de Natal. A Concer reforçará o atendimento nas três praças de pedágio da rodovia, entre o Rio de Janeiro e Juiz de Fora, colocando 42 papa-filas para dar mais rapidez ao fluxo de tráfego pelas vias de pagamento. A expectativa da Concessionária é que 273 mil veículos utilizem a Rio-Juiz de Fora até terça-feira (25 de dezembro). O Centro de Controle Operacional, que monitora as condições de trânsito e clima na rodovia durante 24 horas por dia, aumentará o número de reboques para remover veículos com pane mecânica, principalmente em trechos de maior circulação de usuários, como na Baixada Fluminense e serra de Petrópolis. As praças de pedágio da BR-040 ficam situadas no km 104 (Duque de Caxias), km 45 (Areal) e km 816 (Simão Pereira). Em cada uma delas, o motorista conta com o posto do Serviço de Informação ao Usuário, espaço climatizado que oferece água gelada, café, banheiros e atendentes treinados que fornecem informações em geral sobre a rodovia. O serviço funciona nos 7 dias da semana, 24 horas por dia. Em caso de necessidade de atendimento médico ou mecânico na rodovia, o motorista deve acionar a Concessionária através da Central de Atendimento ao Usuário (0800-282-0040). Portadores de deficiência auditiva e de fala devem ligar para 0800-281-0041. O serviço funciona em todos os dias da semana, em tempo integral, assim como a vistoria realizada pelos inspetores de tráfego da Concer em toda a rodovia. Tanto as centrais como o www.concer.com.br informam ainda as condições de trânsito e clima ao longo da BR-040. O motorista deve redobrar a atenção no km 50, no distrito de Itaipava, em Petrópolis, onde uma obra de contenção de encosta interdita parcialmente a pista nos dois sentidos da rodovia. A Concessionária recomenda que o motorista evite horários de maior fluxo de tráfego na rodovia (consulte o quadro abaixo), que respeite a sinalização e os limites de velocidade, que variam ao longo da rodovia, e que verifique as condições do veículo antes de iniciar a viagem, com atenção ao bom funcionamento de freios, faróis e conservação dos pneus, entre outros itens. Para fazer contato com o serviço de emergência da Polícia Rodoviária Federal, o usuário deve ligar para 191. A Concer pede ainda que os motoristas evitem os horários de maior movimento na BR-040 durante o feriado de Natal: Dia 22 – entre 9h e 13h Dia 23 – entre 9h e 13h Dia 24 – entre 9h e 13h Dia 25 – entre 10h e 20h. Fonte:Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, dezembro 21, 2012

Comunidade do Madame Machado será regularizada

Moradores da comunidade 1º de Maio, em Madame Machado, participaram nesta segunda-feira (17) da primeira reunião, de mobilização, com técnicos do Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio (Iterj) iniciando o processo de concessão de títulos de propriedade. O encontro foi acompanhado pelo deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) que indicou ainda mais 15 comunidades - total de 3.711 famílias estabelecidas em áreas urbanas e 298 produtores rurais - que terão seus imóveis regularizados. A presidente do Iterj, Mayume Sone, e o secretário estadual de Habitação, Rafael Picciani, ao qual o Instituto está vinculado, também estiveram com os moradores. "A regularização fundiária requer estudos sérios, técnicos e aprofundados. Indicamos comunidades historicamente constituídas que, com o título de propriedade, passam a ser cidadãos efetivamente, pagam tributos e podem cobrar do poder público seus direitos assim como cumprir seus deveres", afirma Bernardo Rossi que ainda aponta a existência "de três, quatro gerações de famílias, núcleos existentes a 30, 40 anos, que precisam ser reconhecidos". A história da comunidade 1º de Maio, distribuída em cerca de 600 casas, é parecida com muitas outras em Petrópolis. Ela fica na “parte alta” do Madame Machado e surgiu a partir de 1987. Oitenta famílias foram assentadas no local com casas construídas com recursos da antiga Companhia Fluminense de Habitação (Cofluhab). A ocupação se intensificou no ano seguinte, com as chuvas de 88, que devastaram a cidade e deixaram milhares de desabrigados. O traçado dos lotes acabou alterado com a chegada de mais moradores e hoje, será necessária uma nova demarcação urbanística que vai apontar ainda para recuperação de locais de risco e reflorestamento. O trabalho começa com a avaliação do Iterj que está abrindo processo licitatório para os estudos que serão iniciados. "Em âmbito estadual", afirma o secretário de Habitação, Rafael Picciani, "o programa vai beneficiar, até 2014, 38 mil famílias de 800 comunidades. Em Petrópolis, são 4.009 famílias e cerca de 4 mil pessoas". O encontro teve a presença de moradores como Juraci Maria de Fátima e Cleusa da Silva Borrér, ambas residente na comunidade desde 1987. "É uma longa espera que agora chega ao fim", diz Juraci. Para Cleusa, é a garantia de segurança para toda a família "e melhoria em toda a comunidade". Há 22 anos morando no local Maria do Carmo Nascimento também elogiou o trabalho dos técnicos. "O assunto é difícil para acompanharmos, mas eles estão sendo muito pacientes". "Araras, Bonfim, 24 de Maio e Morro do Alemão, além de mais 13 comunidades, são locais onde o processo já está sendo iniciado. Envolve desde os estudos técnicos até à legalização das áreas com cessão por parte do Estado, do município ou da União ou um instrumento jurídico apropriado no caso de área particular. Na Unidos Venceremos, onde 195 títulos foram entregues, o terreno ocupado era de propriedade do Estado e foi declarado como Área de Especial Interesse Social (AEIS),através de lei. Ainda que sejam processos também burocráticos, estamos conseguindo avançar com agilidade", afirma Bernardo Rossi. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, dezembro 20, 2012

Em audiência pública, entidades pedem restrição de carretas e caminhões

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) realizou, na noite da última segunda-feira (17), uma audiência pública no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase). No encontro, representantes da sociedade civil organizada discutiram medidas para minimizar os efeitos do excesso de veículos de carga que passam pela BR-040, rodovia que liga o Rio de Janeiro a Petrópolis. Representantes da ANTT apresentaram a proposta de restringir o tráfego de carretas durante sextas-feiras e vésperas de feriado entre 16h e 22h, e aos sábados, entre 8h e 14h. O SICOMÉRCIO – Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis, presente no encontro, propôs que o horário de restrição proposto para as sextas-feiras seja estendido às segundas, terças, quartas e quintas. A sugestão foi defendida pela maioria das entidades presentes, como a Associação Petropolitana dos Engenheiros e Arquitetos (APEA), Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PCVB), Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), entre outros. De acordo com o presidente do Sicomércio, Marcelo Fiorini, a restrição diária é imprescindível para Petrópolis. “Hoje, todos são prejudicados: moradores, turistas, investidores. Muitos consumidores estão procurando outros polos de moda devido ao transtorno que é causado pelas carretas, causando um imenso prejuízo ao desenvolvimento econômico da nossa cidade”, afirmou. Fiorini destacou que esta medida é paliativa, até que a nova pista de subida da serra seja construída pela Concer. A medida foi enviada para a agência, que irá analisar tecnicamente o pedido de extensão proposto pelas entidades representativas. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quarta-feira, dezembro 19, 2012

terça-feira, dezembro 18, 2012

segunda-feira, dezembro 17, 2012

domingo, dezembro 16, 2012

sábado, dezembro 15, 2012

Banco de sangue ho Hospital Santa Teresa apela aos doadores

Com um número reduzido de doadores, o Banco de Sangue que funciona no Hospital Santa Teresa está pedindo socorro.Os estoques estão caindo e a tendência é que a situação se agrave ainda mais nos próximos dias. Normalmente, o mês de dezembro já é mais fraco, mas a queda de doações diárias está mais de 50% abaixo do necessário, porém é nesse período que a demanda aumenta consideravelmente. Segundo Márcia Alves, captadora do Banco de Sangue, além do Natal e Reveillon, nesse período ocorrem muitas festas de confraternização e, consequentemente, o número de acidentes de trânsito também apresenta elevação. “Ou seja, são as festas de fim de ano e as férias. Estamos muito preocupados, pois a situação está ficando desesperadora e ainda não passamos da primeira quinzena de dezembro”, diz Márcia Alves. Diariamente, o banco de sangue está recebendo entre 15 e 18 doadores, quando o necessário é de, no mínimo, 40 doações diárias. “Vale destacar que a maioria dessas pessoas é parente de pacientes que estão internados”, diz, lembrando: “Atendemos a maioria dos hospitais da cidade, como Casa Providência, São Lucas e Pronto Socorro. Além disso, o HST tem plantão direto com o Corpo de Bombeiros e todos os acidentados são trazidos pra cá”, explica. Vale lembrar que uma única doação pode salvar quatro vidas, porque o sangue é fracionado em quatro componentes, e cada um atende a diferentes necessidades. Plaquetas, por exemplo, são destinadas às pessoas com leucemia e utilizadas nas cirurgias cardíacas. Já o concentrado de hemácias é mais indicado nos casos de acidentes. “Sou doador há cerca de três anos. É um ato simples e humano que pode salvar vidas”, disse Fábio Scardini, de 41 anos. Ou troque aproveitou a manhã de sábado para o gesto de solidariedade foi Carlos Eduardo, de 39 anos. “Sou doador há cerca de um ano”, conta. Para fazer a doação não é necessário estar em jejum, mas vale lembrar que é preciso pesar no mínimo 50kg e ter idade entre 18 e 65 anos. Já quem teve doença de chagas, malária, aids, sífilis, diabetes, crises convulsivas e hepatite após os 10 anos de idade está fora da lista de doadores. Homem deve ter doado há mais de 60 dias, enquanto as mulheres há, no mínimo, 90 dias. Pessoas gripadas, resfriadas ou que tenham tomado a vacina contra a febre amarela há menos de três semanas não podemdoar, assim como aqueles que fizeram tatuagem há menos de um ano ou ingeriram bebidas alcoólicas nas 24h que antecederam a doação. Em Petrópolis, o Banco de SangueficanoHospital Santa Teresa, na Rua Paulino Afonso, 427. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 14h, e aos sábados das 7h às 11h. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, dezembro 13, 2012

Concer não reabre acesso em Itaipava

A “queda de braço” entre a Prefeitura e a Concer (concessionária que administra a Rodovia BR-040), pela reabertura do acesso à Estrada do Catobira, ainda não teve fim. Por enquanto, quem está vencendo a briga é a Concer, que fechou há uma semana, com blocos de concreto, as entradas da estrada, uma que dá acesso à BR-040 e outra na Estrada União e Indústria. A promessa feita pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) de reabrir a estrada ainda não foi cumprida. Segundo o presidente da CPTrans, Rosano Kronemberger, a via já está toda sinalizada e pavimentada, faltando apenas a “boa vontade da Concer” de retirar os blocos de concreto. “Eles estão alegando que o caminhão para retirar os bloqueios não está disponível. Estamos neste impasse”, disse Rosano. A Estrada do Catobira é uma importante rota de fuga dos frequentes congestionamentos na Estrada União e Indústria. E desde que foi aberta vem recebendo elogios dos moradores, comerciantes e turistas que enfrentam diariamente o trânsito caótico da região de Itaipava. “A Estrada do Catobira é um alternativa para os dias mais complicados. Sem esse acesso o trânsito fica ainda mais problemático”, lamentou o empresário Danilo Thomás de Souza. A estrada vinha sendo utilizada desde o ano passado, após as chuvas que atingiram a região de Itaipava. Na época, a via começou a ser usada pela Comdep para realizar a limpeza das áreas atingidas pelo temporal. Com o caminho aberto, a estrada se tornou rota de fuga dos motoristas, até março quando a Concer conseguiu fechar os acessos. A via ficou fechada até outubro deste ano, quando a Prefeitura realizou a pavimentação do local e conseguiu reabrir a estrada. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quarta-feira, dezembro 12, 2012

terça-feira, dezembro 11, 2012

segunda-feira, dezembro 10, 2012

sábado, dezembro 08, 2012

Obras na capital tornam viagens para Novo Rio e Castelo mais demoradas

Interdições de ruas localizadas na Região Portuária, no entorno da Rodoviária Novo Rio, no Rio de Janeiro, já são motivo de preocupação para a Viação Única, responsável pelas linhas intermunicipais. Isso porque apesar de não haver alterações no trajeto e tampouco nos horários de saída dos coletivos da rodoviária de Petrópolis, o tempo de viagem será afetado de forma negativa, causando prejuízos para a empresa. A estimativa, segundo Luiz Assunção, diretor da empresa, é de que os atrasos para a chegada na capital cheguem a uma hora. “Irá afetar aqueles que seguem para a Rodoviária Novo Rio, mas os mais prejudicados serão os passageiros que seguem para o Castelo”, explica o diretor da empresa, complementando: “Basta comparar com o que aconteceu quando fecharam uma rua do Leblon e que não foi tão prejudicial . Naquele, registramos atrasos de 20 minutos. Agora será o caos”. Luiz Assunção garante, no entanto, que os horários de partida de Petrópolis não serão alterados. “Não temos autonomia para mexer nesses horários, no entanto, haverá aumento no tempo de viagem, o que já significa prejuízos para a empresa, pois num engarrafamento se gasta mais combustível, o desgaste do veículo é maior, assim como o do próprio motorista”, salienta. As alterações, segundo nota da Concessionária Porto Novo, responsável pelo trabalho, serão efetuadas a partir de hoje e o objetivo é viabilizar obras de infraestrutura na área. A Rua Equador, entre a Rua Cordeiro da Graça e Via Binário do Porto (via paralela à Equador em direção à Av. Rodrigues Alves) e a própria Rua Cordeiro da Graça, entre a Av. Rodrigues Alves e Binário do Porto, serão interditadas. Ambas as vias serão liberadas ao tráfego até abril de 2013. Em contrapartida para hoje está prevista a liberação do primeiro trecho da Via Binário do Porto, entre a Av. Professor Pereira Reis e Rodoviária Novo Rio, que será inaugurado. Para dar apoio aos motoristas, segundo explicou a concessionária, a região receberá um incremento de 25 agentes de tráfego dedicados exclusivamente ao suporte às obras. Os agentes trabalharão para manter a fluidez, orientar motoristas e pedestres, efetuar os bloqueios e os desvios necessários. A operação contará ainda com a participação de controladores de tráfego da Concessionária Porto Novo, CET-Rio e Guardas Municipais. Painéis de mensagens também orientarão quem passa pela área. Fonte: Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, dezembro 07, 2012

Concer fecha retorno da Catobira em Itaipava sem comunicar à CPTrans

A Concer – concessionária que explora o pedágio na rodovia BR-040 – fechou, no último fim de semana, o acesso à Estrada do Catobira. Blocos de concreto foram instalados nas duas entradas da estrada, uma que dá acesso à BR-040 e outra na Estrada União e Indústria. Ontem (5) pela manhã, equipes da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) estiveram no local retirando os blocos de concreto e realizando a sinalização na via. “Não sabemos por que a Concer teve essa postura de fechar a estrada. Mas estamos reabrindo os acessos e fazendo a sinalização necessária para que a população possa usar a via com segurança", disse o presidente da CPTrans, Rosano Kronemberger. Há três meses a Estrada do Catobira já havia sido pavimentada pela Prefeitura e desde o ano passado (após a tragédia de janeiro) a rua havia sido aberta para o tráfego de caminhões, que estavam realizando a limpeza do Vale do Cuiabá e adjacências. A Estrada do Catobira é uma importante rota de fuga dos frequentes congestionamentos na Estrada União e Indústria, e desde que foi aberta vem recebendo elogios dos moradores, comerciantes e turistas que enfrentam diariamente o trânsito caótico da região de Itaipava. “A Estrada do Catobira é um alternativa para os dias mais complicados. Sem esse acesso o trânsito fica ainda mais problemático”, lamentou o empresário Danilo Thomás de Souza. A primeira tentativa da Concer de fechar a Estrada do Catobira aconteceu em março do ano passado. Na época, a via estava sendo utilizada pela Comdep (para realizar a limpeza das áreas atingidas pela chuva de janeiro). Segundo a concessionária, o acordo era a utilização da área por apenas 20 dias, no entanto, a estrada ficou aberta até esta semana e não apenas por caminhões da Comdep. A Concer então fechou a estrada, alegando questões de segurança, uma vez que aguardava a apresentação – por parte da Prefeitura – de um projeto de iluminação e de outras melhorias necessárias para regularizar a ligação entre a estrada e a BR-040. A estrada acabou sendo reaberta pela Prefeitura, que em outubro deste ano realizou a pavimentação do local. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, dezembro 06, 2012

quarta-feira, dezembro 05, 2012

terça-feira, dezembro 04, 2012

segunda-feira, dezembro 03, 2012

PRF reforça efetivo e promete operação nas pistas de subida e descida da serra

A Polícia Rodoviária Federal deu início às operações especiais de fim de ano com a realização de uma blitz no trecho em frente a uma base da corporação próxima ao monumento do Belvedere, na pista de subida da BR-040. Quatro viaturas e 11 agentes, além do inspetor Goulart, estiveram durante todo o dia verificando a situação dos veículos, especialmente motos, com a intenção de inibir irregularidades e reduzir os índices de acidentes e de criminalidade, que crescem junto com o movimento nas estradas na época das férias. Três veículos, entre eles duas motos, foram recolhidos e levados para o depósito em Três Rios. Os policiais autuaram 10 motoristas. Durante todo o mês de dezembro o efetivo será reforçado em 50% e os agentes da PRF vão realizar ações como a de ontem nas pistas de subida e descida da serra. O objetivo é intensificar o policiamento tanto de dia quanto à noite para garantir a segurança de quem entra e sai da cidade, que está às margens de uma das principais rodovias do país, a BR-040 Segundo o inspetor Goulart, responsável pela blitz, “a intenção é priorizar as motocicletas, mas estamos atentos a qualquer situação suspeita. Não vamos divulgar com antecedência os dias e os locais onde os agentes estarão”, afirma o inspetor. O movimento de carros que chegavam em Petrópolis era grande e esta é justamente a preocupação da PRF. Com o aumento no fluxo de veículos ocorrem também os acidentes, roubos e assaltos, por isso os agentes farão as operações especiais para coibir o excesso de velocidade e motoristas dirigindo embriagados. “Estamos atuando também em outras cidades. Esta semana fizemos blitz em Três Rios e Sapucaia, onde alguns veículos foram recolhidos e notificados”, contou Goulart, que está atento ao período de férias escolares e recesso no trabalho. No feriado da Independência – 7 de setembro – o fluxo de veículos ficou acima do esperado, atingindo a marca de 343.271 contabilizados nas três praças de pedágio da concessionária que administra a via, a Concer. O inspetor acredita que este mês também haja um crescimento significativo e afirma que a corporação está preparada. “Apresença da PRF evita tambémos chamados ‘pegas’ responsáveis por muito Fonte: Tribuna de Petrópolis

sábado, dezembro 01, 2012

Passagem de ônibus em Petrópolis vai subir para R$ 2,80

O prefeito Paulo Mustrangi encaminhou para Câmara Municipal o reajuste da passagem de ônibus, de R$ 2,50 para R$ 2,80. O Diário Oficial do Município (DO) com o decreto autorizando o aumento deve ser publicado nos próximos dias, sendo que o valor somente entra em vigor cinco dias após a publicação, conforme esta previsto no parágrafo primeiro do Artigo 173 da Lei Orgânica Municipal (LOM). O envio da planilha com todos os dados sobre o custo do transporte público, foi entregue ontem a Câmara Municipal, conforme está previsto na LOM, no Artigo 173, resultado de uma emenda do vereador Wagner Silva (PPS). Na época em que apresentou a emenda, o vereador explicou que objetivo é evitar que os vereadores e a população sejam pegos de surpresa, como aconteceu no último aumento da passagem, quando tomaram conhecimento por causa de um comentário do vereador Marcio Muniz (PSC), que tinha visto o decreto na internet, já que o DO impresso é entregue sempre com atraso. O aumento de passagem, após as eleições municipais, já havia sido denunciado pelo vereador Osvaldo do Vale (Vadinho/PSB). O vereador sempre criticou o Governo Municipal pela forma como interviu nas empresas Autobus, Esperança e Petrópolis, criticando principalmente por causa do aumento concedido logo após a intervenção. Para Vadinho, o aumento de passagem afeta diretamente a população e principalmente os trabalhadores. Este é o segundo aumento de passagem de ônibus dado pelo governo Paulo Mustrangi. O primeiro aconteceu no final de novembro de 2010, quando a passagem passou de R$ 2,20 para R$ 2,50. Na época, o vereador Wagner Silva, membro de uma comissão que fazia uma avaliação do transporte, sentindo-se traído pela decisão do governo, pois o relatório da comissão era contra o aumento naquele momento, chegou a entrar com uma ação na Justiça contra o reajuste e que ainda está tramitando. Por causa deste fato e também porque nenhum membro da comissão tinha sido informado do aumento, o vereador Wagner apresentou a emenda para que, antes da publicação, o Governo encaminhe a Câmara a planilha com os dados. Fonte: Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, novembro 30, 2012

Petrópolitanos poderão fazer teste rápido de HIV gratuito

Com a aproximação do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, em 1º de dezembro, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Programa de DST/Aids e Hepatites B e C, fará a campanha de 2012 a partir de ações diversificadas nos próximos dias. No sábado (01), haverá a realização do Teste Rápido do HIV e na segunda-feira (03) será feita uma apresentação teatral focada no assunto. “Hoje o principal objetivo da campanha e outras ações de conscientização que desenvolvemos ao longo do ano é fazer com que as pessoas tenham acesso ao diagnóstico. Quanto mais cedo o indivíduo descobre que é soropositivo, mais cedo começa o tratamento e então terá mais qualidade de vida. A partir de uma pesquisa da qual participei em 2011 descobrimos que mais da metade das pessoas infectadas pelo HIV em Petrópolis iniciam o tratamento tardiamente, o que pode trazer complicações. Por isso, precisamos fazer esse trabalho de informação e sensibilização da população”, explicou a coordenadora do Programa de DST/Aids e Hepatites B e C, Maria Inês Ferreira. As principais ações que serão realizadas pela secretaria durante a campanha deste ano são: distribuição de material informativo e preservativos masculinos para todas as unidades de saúde; no dia 1º de dezembro, de 09h às 17h, em frente ao Colégio Dom Pedro II, ação de incentivo ao diagnóstico precoce, onde, dentre diversas atividades, serão feitos testes para sífilis e hepatites B e C, além do Teste Rápido do HIV, com liberação do resultado em 30 minutos - a ser realizado de acordo com critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde; e no dia 03 de dezembro, às 18h, realização da peça teatral educativa “S’Aids Baixo que a coisa continua feia”, uma parceria com a Faculdade de Medicina de Petrópolis / Faculdade Arthur Sá Earp Neto (FMP/Fase), feita a partir da releitura do texto original “S’Aids Baixo que a coisa tá feia”, de autoria do médico e professor Miguel Abud Marcelino e colaboradores. A peça gratuita conta a participação de acadêmicos do 7º período do Curso de Bacharelado em Enfermagem da FASE. “Queremos convidar a todos que têm interesse pelo tema e que queiram se divertir para que venham assistir a peça, principalmente os adolescentes e jovens, além daqueles que estão envolvidos na educação e formação das crianças e adolescentes”, convidou Maria Inês, também responsável pela adaptação do texto. A campanha da Secretaria de Saúde deste ano, além da parceria com a FMP/Fase, conta com o apoio da ONG Grupo Assistencial SOS Vida, do Grupo Nobreza – GLBT Petrópolis e do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) / Centro de Defesa em Direitos Humanos – RJ. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, novembro 29, 2012

Comissão aprova R$ 200 milhões para obra de ligação Bingen-Quitandinha

Depois de 32 anos, a ligação entre os bairros do Quitandinha e do Bingen pode ser restabelecida, com recursos da União. Por indicação do deputado federal Hugo Leal (PSC), a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou ontem (28) uma emenda ao orçamento prevendo a liberação de R$ 200 milhões para a realização da obra. A emenda inclui recursos para melhorias na pista de subida da serra, entre as quais muretas de proteção, iluminação e sinalização. A ligação foi interrompida em 1980, quando foi liberado ao tráfego o trecho da então nova Rio-Juiz de Fora. A pista que era utilizada para o trajeto Bingen-Quitandinha passou a ter regime de tráfego no sentido contrário. Sem a antiga ligação, que era feita pela então chamada Estrada do Contorno, moradores e empresários passaram a percorrer mais de 10 quilômetros, em meio ao trânsito do Centro, para ir do Bingen a Quitandinha. A situação gerou reflexos no trânsito do Centro e prejuízos à economia do Bingen. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quarta-feira, novembro 28, 2012

terça-feira, novembro 27, 2012

segunda-feira, novembro 26, 2012

domingo, novembro 25, 2012

sábado, novembro 24, 2012

Bohemia vai inaugurar restaurante com 300 lugares e lançar cerveja exclusiva em dezembro

A Cervejaria Bohemia promete novidades para este fim de ano. Com mais de 25 mil visitantes no Tour da Cerveja em apenas seis meses, novas atrações são preparadas para este verão: a inauguração do restaurante com 300 lugares, no último andar do complexo, e o lançamento de uma cerveja exclusiva que só será comercializada na própria cervejaria em Petrópolis. Marcada como o mais novo ponto turístico da cidade, o Museu da Cerveja chama a atenção de turistas, mas traz de volta a o rgulho de muitos petropolitanos. "É muito gostoso saber que há na cidade em que nasci um museu como esse. É algo diferente e muito díficil de se encontrar em outro lugar. É um excelente passeio mesmo para aqueles que não gostam de cerveja", explicou o jornalista Carlos Felipe. Nos mais de 7 mil m² das instalações, os visitantes podem conhecer a história, rituais e curiosidades do universo cervejeiro de forma interativa. São mais de 20 ambientes que reunem informações sobre o mundo da cerveja na gastronomia, na cultura, no comportamento, no bem-estar, no meio ambiente e no consumo responsável. O complexo também produz in loco a Bohemia e suas variantes: Weiss, Escura, Confraria e Pilsen. Assim, quem não ficar apenas na provinha, pode aproveitar o Boteco da Bohemia aberto ao publico. As visitas podem ser agendadas pelo site bohemia.com.br/cervejaria Fonte: Tribuna de Petropólis

sexta-feira, novembro 23, 2012

Radares do Centro começam a multar na semana que vem

Os oito radares que estão em fase de testes – quatro na Avenida Barão do Rio Branco e quatro no Centro (ruas Monsenhor Bacelar, Washington Luiz e Ipiranga) – devem entrar em operação até o fim do mês. A informação foi dada pelo presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), Rosano Kronemberger. Segundo ele, é preciso a instalação de um programa para o recolhimento de dados que serão enviados para o Detran pela companhia de trânsito. De acordo com Rosano, a sinalização que informa o funcionamento em fase de teste dos radares só será retirada quando o programa estiver instalado: “A CPTrans vai anunciar à população quando a fiscalização eletrônica voltar a funcionar”. Os oito radares entraram em fase de teste no mês passado. A previsão inicial da CPTrans era que a fiscalização entrasse em funcionamento no primeira quinzena deste mês. Na semana passada, começaram a ser instalados os equipamentos localizados na Estrada União e Indústria. São ao todo sete equipamentos entre Corrêas e Itaipava. De acordo com o presidente da CPTrans, esses radares demorarão um pouco mais para entrar em operação, pois precisam passar por todo o processo de aferição do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem). Ao todo, serão instalados no município 34 radares – sendo 28 ativos (que vão registrar a velocidade) e seis inativos (que apenas simularão a fiscalização). Uma das mudanças com a chegada da nova empresa vencedora da licitação – Serget – será a instalação da fiscalização eletrônica na Rua Hívio Naliato, em Cascatinha, local onde em junho deste ano dois jovens com 19 e 20 anos morreram vítimas de um acidente de trânsito. O radar da Estrada José Carneiro Dias, no mesmo bairro, será desativado e transferido para a Hívio Naliato. “O radar na Carneiro Dias não surtia efeito, por isso decidimos pela transferência para este ponto, onde houve o acidente”, explicou o presidente da CPTrans. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, novembro 22, 2012

Banco de sangue faz apelo por doadores

O Banco de sangue do Hospital Santa Teresa está precisando de doadores de todos os tipos sanguíneos. Neste mês em que se comemora o Dia Nacional do doador de sangue, quem comparecer ao local, além de ganhar o lanche após a coleta, também leva pra casa uma camisa de presente. Para manter o banco abastecido, é necessário que no mínimo 40 pessoas doem sangue por dia, o que não vem acontecendo. Por este motivo, funcionários do banco estão entrando em contato com antigos voluntários para que compareçam e ajudem a reabastecer o estoque. Para realizar a doação basta ter entre 18 e 65 anos, pesar mais 50kg e estar em boas condições de saúde. O voluntário deve levar também um documento de identificação com foto. Não é necessário estar de jejum, basta não ter ingerido comidas gordurosas nas últimas quatro horas que antecedem a doação. O banco de sangue do Hospital Santa Teresa funciona de segunda a sexta-feira, de 7h às 14h, aos sábados das 7h às 11h. O endereço é Rua Paulino Afonso, 477, Bingen. No local há estacionamento gratuito para os doadores. Mais informações sobre a coleta e os cuidados para poder se tornar um voluntários podem ser encontrados pelo telefone: (24) 2245-2324. Para aqueles que não sabem o que acontece com o seu sangue após ser doado, um exemplo é quando alguém sofre um acidente e perde muito sangue, esta pessoa precisa fazer transfusão para repor o que foi perdido. Além disso, em cirurgias muito longas, ele também é utilizado para garantir e manter a quantidade de sangue necessária no paciente. Algumas pessoas dependem quase que exclusivamente da solidariedade do próximo para sobreviver. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quarta-feira, novembro 21, 2012

terça-feira, novembro 20, 2012

Cartinhas para o Papai Noel estão nos Correios

Até o dia 30, os interessados em adotar uma das cartinhas do Projeto Papai Noel dos Correios poderão encontrá-las no saguão da agência de correios Petrópolis, Rua do Imperador, 350 – Centro. As cartinhas ficarão disponíveis para apadrinhamento, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. A entrega dos presentes deve ser feita até o dia 7/12, nos mesmos locais de adoção. Os presentes devem ser novos, atender às solicitações de cada criança e entregues devidamente embalados/acondicionados para o transporte postal. Independentemente da adoção, todas as crianças participantes recebem em suas casas uma cartinha do Papai Noel. Vinculado aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (educação básica de qualidade para todos) e à política de Responsabilidade Social da empresa, o projeto é direcionado a alunos da rede pública de ensino, especialmente de escolas em áreas de vulnerabilidade social, atendendo ainda a crianças da sociedade. Terão prioridade as cartas escritas por meninas e meninos de até 10 anos, com pedidos de brinquedos, roupas e material escolar. Oficialmente criado em 1997, o Projeto Papai Noel dos Correios solidificou o trabalho desenvolvido em diversas unidades da empresa desde a década de 70, motivado pelo interesse e pela emoção que a leitura dessas cartas despertava nos empregados, em especial os carteiros, quando da triagem das correspondências. Em dezembro , as crianças de uma das escolas participantes receberão seus presentes das mãos do Papai Noel, em uma festa especialmente preparada pelos Correios. Fonte: Tribuna de Petrópolis

segunda-feira, novembro 19, 2012

Petrópolis é classificada como 'cidade de baixo risco' em relação a dengue

Com uma média municipal de 0,2% de incidência de focos de dengue, Petrópolis, no momento, está classificada como cidade de baixo risco em relação à doença. O dado é resultado do Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti(LIRAa), o quarto do ano no município, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária Municipal, entre os dias 15 e 24 de outubro. “O resultado de certa forma favorável não significa que os cuidados com a dengue devam diminuir, mas o inverso. Petrópolis deve ficar muito atenta à doença para evitar histórias trágicas, principalmente nessa época do ano em que as chuvas aumentam. Outro dado de extrema importância que descobrimos com o levantamento foi que a maior presença de focos do mosquito, que representa mais da metade dos casos, está no descuido dentro de casa. Por isso, como principal recomendação, é importante lembrar que vasos de plantas devem ser devidamente limpos com uma buchinha ou ainda preenchidos com terra, o que elimina a possibilidade de tornar o local um espaço adequado para os ovos do mosquito”, explicou o coordenador da Vigilância Sanitária, Eduardo de Lucena. Dos 81 bairros que integram o município, 59 foram pesquisados nesta etapa. O resultado final do levantamento apresentou positividade para oito bairros, onde foram encontradas as larvas do mosquito. O conjunto que inclui Corrêas, Roseiral e Carangola apresenta médio risco, com 1,3% da média total da cidade. Já os bairros Alto da Serra, Quissamã, Alcobacinha, Nogueira e Posse apresentam baixo risco, com variações de 0,2 % a 0,5%. Foram pesquisados no último LIRAa do ano 4.910 imóveis, selecionados a partir de um sorteio amostral. “Em Petrópolis fizemos quatro levantamentos durante o ano, o que representa um a mais do que o recomendado pelo Ministério da Saúde, a partir da portaria N° 2557 de 2011. Faremos também nossa campanha para conscientizar um número cada vez maior de pessoas em relação aos cuidados necessários para combater a dengue. Agora cabe à população fazer a parte dela”, frisou Eduardo. Segundo a Vigilância Sanitária, qualquer depósito que esteja principalmente com água limpa e parada pode virar um criadouro para o mosquito. Para evitar a proliferação do inseto, a recomendação é que sejam dedicados cerca de dez minutos semanais para monitorar e cuidar do lar. “Os principais pontos que devem ser observados nas casas estarão destacados em folders. O material vai ser distribuído no decorrer das próximas semanas e destaca medidas simples que protegem a pessoa no local onde ela mora e também preservam a saúde da vizinhança. Os cidadãos possuem deveres em relação ao controle da doença, é uma questão social”, destacou Eduardo. Dentre os principais criadouros observados em Petrópolis, a predominância aponta para a classificação tipo ‘B’, com a presença dos ovos do mosquito em vasos e pratos, frascos de plantas e bebedouros de animais. “Isso demonstra que a população ainda não está acreditando que esses são focos importantes do mosquito”, pontuou Eduardo. Ainda de acordo com o levantamento, os outros principais focos são: lixo e outros resíduos sólidos, depósitos naturais como buracos em árvores e bromélias, além de pneus e outros materiais. Nesse sentido, a Vigilância Sanitária destaca opções simples que contribuem para eliminar os criadouros. Bebedouros de animais, assim como vasinhos de plantas, devem ser limpos com uma buchinha. Para o lixo, a recomendação é que sacos e latas fiquem bem fechados. Em relação aos pneus, a vigilância frisou o trabalho realizado pela Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), que faz a coleta do material. Para isso, é necessário solicitar o agendamento da coleta por meio do telefone 2243-3262. “Além dos cuidados domiciliares, também cabe ao cidadão permitir a entrada dos agentes na casas para verificar se existe ou não algum foco do mosquito, lembrando apenas de verificar se estão devidamente identificados como funcionários da Vigilância Sanitária. É um trabalho complementar para auxiliar a cidade a controlar a dengue”, esclareceu Eduardo. Fonte: Tribuna de Petrópolis

domingo, novembro 18, 2012

Alta velocidade mata mais um motociclista na BR-040

O motociclista Rafael Cruz de Melo, de 30 anos, morador de Duque de Caxias, foi mais uma vítima das motos de alta velocidade na BR-040. Ele perdeu o controle da moto BMW que guiava e atingiu uma placa de sinalização no km 32 da rodovia em Alberto Torres, distrito de Areal. Com o violência do acidente, Rafael ainda foi lançado para dentro de uma valeta de escoamento de água. O acidente aconteceu por volta das 9h do último domingo (11) quando Rafael e mais quatro amigos motociclistas seguiam em direção a Juiz de Fora. A vítima foi socorrida pela ambulância da Concer e encaminhada para o Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição, em Três Rios, mas não resistiu aos ferimentos. Em julho deste ano duas mortes pelo excesso de velocidade com motocicletas foram registras em apenas uma semana na BR-040. Fonte: Tribuna de Petrópolis

sábado, novembro 17, 2012

sexta-feira, novembro 16, 2012

quinta-feira, novembro 15, 2012

quarta-feira, novembro 14, 2012

Previsão de chuva deixa serra em estado de atenção

O Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/ Inpe) emitiu na manhã de ontem um alerta de “estado de atenção” para a ocorrência de chuvas fortes com volumes significativos em diversas localidades na Região Sudeste do país. De acordo com o alerta, os temporais podem atingir áreas de alta vulnerabilidade como a Região Serrana, norte e Região dos Lagos no Rio de Janeiro e até áreas da região metropolitana da capital fluminense; região metalúrgica e Grande Belo Horizonte, Zona da Mata e Rio Doce/Mucuri em Minas Gerais (com chance de menos intensidade) e na região serrana, sul, litoral sul e grande Vitória no Espírito Santo. Segundo os meteorologistas, a chuva será causada pela formação de um canal de umidade, que será o primeiro episódio de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) deste período chuvoso. Esse canal intensificará a condição de chuvas intensas entre o Norte e o Sudeste do Brasil. As chuvas intensas também devem se concentrar sobre áreas do Amazonas, Roraima, Acre, boa parte de Rondônia, oeste, sudeste, sudoeste e centro do Pará, Tocantins, sul do Maranhão, Mato Grosso, norte, centro e nordeste do Mato Grosso do Sul, oeste, sudoeste, norte, planalto central e Serra da Mantiqueira em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, norte do Paraná, oeste e sul da Bahia. Amanhã, de acordo com os meteorologistas, as condições para a chuva forte continuarão sobre áreas do Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, oeste, sudeste, centro e sudoeste do Pará, Tocantins, oeste e sul do Maranhão, extremo sul do Piauí, oeste, centro, sudoeste, sul e litoral sul da Bahia, grande parte de Minas Gerais (com menor chance no sul e zona da mata mineira), norte do Rio de Janeiro e Espírito Santo. Neste dia ainda persistirá a chance temporais na região de Jequitinhonha em Minas Gerais, Espírito Santo e extremo norte do Rio de Janeiro. Segundo as previsões, as chuvas sobre as demais áreas do Rio e Zona da Mata Mineira deverão persistir, porém, com menor intensidade, no entanto, devido a alta vulnerabilidade destas localidades e da chance de chuvas significativa no dia anterior, estas áreas permanecem em Estado de Atenção. As temperaturas, em Petrópolis, permanecem amenas, com as máximas entre 22 graus e a mínima de 15ºC. Há previsão de aumento nas temperaturas a partir do fim de semana. No domingo os termômetros podem ficar em torno de 30 graus. Fonte: Tribuna de Petrópolis

terça-feira, novembro 13, 2012

Chupa-cabra é flagrado em Petrópolis

Após receber diversas denúncias, policiais civis flagraram na noite de sexta-feira (9) um homem que cometia furtos através do dispositivo popularmente conhecido como chupa-cabra. O recurso era instalado em caixas eletrônicos e o criminoso foi pego por volta das 21h30, quando retirava alguns dos aparelhos instalados em uma agência bancária no centro da cidade. O homem de 36 anos, que é morador do Distrito Federal, foi levado para a 105ªDP, onde foi preso em flagrante delito por tentativa de furto qualificado. Ao todo, foram apreendidos cinco chupa-cabras, os quais são formados por uma base retangular de metal que é fixada no compartimento de entrada dos envelopes de depósito por meio de fitas dupla-face, de forma que fique praticamente imperceptível. No momento em que o cliente finaliza o depósito e insere o envelope com o dinheiro, uma linha presa ao dispositivo de fraude consegue reter o envelope antes que ele chegue ao interior do caixa eletrônico. Assim, o criminoso consegue recuperar o dinheiro. No quarto do hotel onde o criminoso estava hospedado desde quarta-feira, foram encontrados materiais como linha preta, fita adesiva dupla-face e outros idênticos aos utilizados para a confecção dos equipamentos instalados nos caixas eletrônicos. No momento da abordagem, o homem estava com um alicate de bico em um bolso da bermuda e o equipamento conhecido como chupa-cabra em outro. Entretanto, o criminoso ainda não havia resgatado nenhum envelope. Os policiais da 105ªDP buscam agora informações sobre outros crimes que possam ter sido cometidos em outros estados pelo preso. Pela internet, já identificaram uma suposta prisão ocorrida há cerca de quatro meses pelo mesmo crime, que teria sido cometido no Estado do Maranhão. A Polícia Civil orienta a população para que tenha bastante atenção no momento de realizar operações em caixas eletrônicos, desconfiando de alterações nos equipamentos, bem como da presença de pessoas muito próximas no momento das transações bancárias. Diante da suspeita de fraude ou desconfiança sobre alguma modificação no equipamento, os policiais recomendam a suspensão da operação e o contato com o respectivo banco. Fonte:Tribuna de Petropolis

segunda-feira, novembro 12, 2012

domingo, novembro 11, 2012

sábado, novembro 10, 2012

Hoje é dia de vacinar cães e gatos contra a raiva

Confira os endereços dos postos de vacinação por toda a cidade Hoje, a Vigilância Sanitária realiza a Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica para cães e gatos. Essa será a última ação de imunização contra a raiva do ano e a expectativa é de que durante o dia aproximadamente 11 mil doses sejam aplicadas em 16 postos distribuídos pela cidade, com funcionamento de 08h às 17h. “Todos os donos de cães e gatos que ainda não foram vacinados nesse ano devem comparecer. No decorrer de 2012 já vacinamos aproximadamente 23 mil animais e queremos elevar esse índice de imunização. Nesse sentido, é importante lembrar que quanto maior o número de animais imunizados, menor a chance dos não imunizados contraírem a doença. Por isso, convocamos a todos os proprietários de animais que precisam atualizar a vacina, para que estejam no sábado em um dos postos onde será realizada a campanha municipal”, explicou o coordenador da Vigilância Sanitária, Eduardo de Lucena. De acordo com a Vigilância Sanitária, são duas as principais recomendações para a vacinação: o animal deve estar saudável e possuir mais de quatro meses. “Além disso, para o transporte de gatos, o dono pode envolvê-lo parcialmente em um saco de pano, fronha ou mochila. Já os cães de grande porte devem estar de focinheira”, destacou Eduardo. “Lembramos ainda que os donos não devem submeter os animais a esforços físicos exagerados durante as três semanas após a aplicação da vacina”, completou. Em ações anteriores, a vacinação passou por bairros como Bingen, Mosela, Alto da Serra, Posse, Itaipava, Nogueira, Calembe, Pedro do Rio e Itamarati. Durante o próximo sábado, a campanha será realizada em pontos estratégicos com o objetivo de abranger principalmente o primeiro distrito, onde existe a maior concentração de cães e gatos no município. Postos onde ocorrerá a Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica – 08h às 17h Pátio da Igreja Sagrado Coração de Jesus Rua Montecaseros - Centro Escola Municipal Prefeito Jamil Sabra Rua Coronel Veiga, 1130 – Coronel Veiga Escola Municipal Marcelo Alencar Avenida Amaral Peixoto - Quitandinha Escola P. Nª Sª da Glória Rua Augusto Severo - Morin Escola Municipal Carlos Demiá Rua Fernandes Vieira, 110 - Retiro Escola Municipal São Geraldo Rua Divino Espírito Santo, 750 - Carangola Capela São Salvador Rua Haroldo Mano – Jardim Salvador Boa Vista Escola Municipal Jorge Amado P. Alto Mangas Rua Teresa, 1114- Alto da Serra Escola Municipal Fábrica do Saber Rua Machado Fagundes, 269- Estrada da Saudade P.S. Cascatinha Rua Hivio Naliato, 169 –Cascatinha Escola Municipal Liceu Carlos Chagas Avenida Barão do Rio Branco Centro de Saúde Rua Santos Dumont, 100-Centro Escola Estadual Augusto Meschick Rua 24 de maio - Centro Escola Municipal Mario Martins Rua Flávio Cavalcanti - Caxambú Projeto Gente Viva Rua Nª Sª Aparecida, 163 - Valparaíso Fonte: Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, novembro 09, 2012

Ligação entre centro e distritos está precária

A empresa Turb Transportes Urbanos, responsável pelas linhas que atendem os distritos, foi alvo de novas denúncias de usuários insatisfeitos com o descumprimento de horários dos coletivos, principalmente na linha 700 (Terminal Itaipava). “Hoje (ontem) foi mais um dia de caos. Foram quase 30 minutos de espera pelo ônibus, que deveria chegar às 12h30 e só apareceu por volta das 13 horas”, disse o usuário Claudio Portela. Segundo ele, os problemas nos horários dos ônibus começaram logo nos primeiros dias de operação da empresa (em junho). “Pela informação que tivemos, foram retirados oito ônibus da linha 700. São menos carros na rua, causando ainda mais transtornos para a população”, protestou o usuário. Desde que o descumprimento dos horários tornou-se constante, Claudio precisou mudar a sua rotina para evitar chegar atrasado no trabalho. Segundo ele, agora é preciso estar no Terminal de Itaipava às 11h30 para conseguir chegar no Centro às 14 horas. “Antes eu pegava o ônibus das 12h30, agora não posso mais fazer isso porque estava sempre chegando atrasado. Fui obrigado a mudar os meus horários para não perder o emprego”, contou. No mês passado, Claudio fez vários registros das longas filas no Terminal Itaipava. Em um dos seus flagrantes, ele registrou veículos da empresa parados no ponto enquanto a população aguardava na fila. Segundo ele, diversas reclamações já foram feitas junto à Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). “Esse problema não acaba nunca, não sabemos mais a quem recorrer”, concluiu o passageiro. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, novembro 08, 2012

Petrópolis Gourmet faz homenagem à região Sudeste

Um dos mais importantes polos gastronômicos do Brasil, a região serrana do Rio de Janeiro abre a alta temporada, em novembro, com a 12ª edição do festival Petrópolis Gourmet. Serão 10 dias de programação em Petrópolis, a Cidade Imperial, incluindo o Centro Histórico, bairros e distritos como Itaipava, Araras, Secretário e Pedro do Rio, entre os dias 10 e 20 de novembro, quando 15 mil pessoas devem participar das atrações do evento. Este ano, o Petrópolis Gourmet tem como tema ‘Os sabores da nossa terra’, com uma homenagem à gastronomia dos estados da Região Sudeste. Vinte e oito restaurantes participam do festival, com o desafio de preparar menus especiais que ressaltem a diversidade e riqueza das culinárias carioca, capixaba, mineira e paulista. O Palácio de Cristal – um dos mais importantes pontos turísticos de Petrópolis - será um dos principais locais com programação do evento na região. Lá, será montada uma tenda externa e funcionará o ‘Palácio Gourmet’, com oficinas gastronômicas, harmonizações e venda de produtos. O Palácio Gourmet também vai funcionar como uma central de informações das atrações do festival. A programação começa no dia 10 pela manhã, com o Concurso de Pizzaiolo, das 9h às 13h, no Palácio Gourmet. Em seguida, no mesmo local, haverá o Gourmet Kids, das 11h às 13h. O chef Barão conduz a oficina “Cozinha de Autor”, das 13 às 14h30. Outro destaque será a oficina dos chefs Cristina Pellegrini e Lo Presti, que ensinarão a preparar o Cuscuz Paulista. A cervejaria Bohemia também participa do festival com palestras no Palácio de Cristal, nos dias 12, 13 e 15 de novembro. No dia 17, o chef Pedro Pernambuco ensina a preparar Pão Capuccino das 14h às 15h30. No mesmo dia, Pedro Troyack ministra oficina de Cerveja Artesanal, das 20 às 21h30. O curso ‘Free Style Pizza’ – pizza acrobática - com o pizzaiolo italiano Patrick Catapano, é outro destaque do festival e acontecerá entre os dias 15 e 18 de novembro, no Palácio de Cristal. Petrópolis possui grande rede de restaurantes, cafés e bares e apresenta uma charmosa paisagem de cidade serrana, aconchegante e histórica. O evento tem a proposta de valorizar chefs locais e revelar talentos. A maioria das atividades é gratuita. O festival também terá ações sociais. O curso pizzaiolo social vai ensinar jovens de comunidades carentes, além de inseri-los em estágios após o evento. O Petrópolis Gourmet é uma realização do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, com patrocínio da Cervejaria Bohemia, FMP- Fase Faculdade Arthur Sá Earp Neto, Senac, e apoio da Prefeitura Municipal de Petrópolis/ Fundação de Cultura e Turismo, Secretaria de Turismo do Estado e Turisrio. O evento é organizado pela Promove Arte&Eventos, com curadoria dos chef Barão (Restaurante Barão Gastronomia), Vera de Oliveira (Restaurante Oliveiras da Serra) e Antonio Lo Presti (Pizzaria DiFarina). Saiba mais em www.petropolisgourmet.com.br . Fonte: Tribuna de Petrópolis

quarta-feira, novembro 07, 2012

Concer tenta proibir fotos no Belvedere

Um cinegrafista, dois fotógrafos e um casal que fazia fotos para o álbum de casamento passaram por um momento de constrangimento no Belvedere do Grinfo no último fim de semana. Enquanto faziam o trabalho de fotos e making-off para o casal, foram abordados por funcionários da Concer e soldados da Polícia Rodoviária Federal dizendo que o trabalho não podeira ser feito no local, que seria particular. O momento chocou o cinegrafista Moises do Valle, que fazia o vídeo de making-off para o álbum de casamento do casal. “Enquanto montávamos nosso equipamento, fomos abordados por eles nos perguntando de onde estávamos vindo, o que estávamos fazendo no local, e que só poderíamos estar ali com autorização da Concer, o que é um absurdo, já que o local é público”, disse, lembrando que só após muita conversa conseguiram finalizar o trabalho no monumento. “Passamos por um constrangimento que não seria necessário, o local é público podemos sim fazer fotos e filmagens ali. Ficamos em uma situação desconfortável com nossos clientes, porque os levamos ali e fomos abordados daquela maneira”, lamentou. A briga da população com a Concer é antiga e o motivo é a reivindicação da revitalização do monumento, que hoje está degradado. À frente desta mobilização está a Associação Petropolitana de Engenheiros e Arquitetos (Apea) e o presidente Luiz Amaral lamenta o ocorrido no local. A abordagem aos visitantes feita pela equipe da Concer com policiais leva a relembrar do Sesc, quando proibiu as pessoas de fazer fotos do Hotel Quitandinha. “É um verdadeiro absurdo, o local é propriedade pública, só está sob concessção da Concer. Não podem proibir turistas ou qualquer pessoa de fazer imagens de lá, seja vídeo ou fotos”, disse o cinegrafista indignado. O presidente da Apea discorda da forma como abordaram as pessoas no local. Queremos apenas a restauração do Belvedere do Grinfo, que é um dos tantos pontos turísticos da cidade. Hoje a situação dele é deplorável e vamos continuar lutando para que isso aconteça. A abordagem que usaram com eles é inadequada, e se fossem turistas? Imagina a imagem que a cidade fica depois disso”. O Belvedere do Grinfo está sob concessão da Concer, que hoje é responsável pela manutenção com os pedágios das vias da BR 040. De acordo com membros da Apea, a última reunião realizada entre os órgãos aconteceu em agosto e desde então não foram mais recebidos pela concessionária. “Acatamos a ordem deles de que não podemos mais realizar eventos no local, mas não vamos desistir de que façam o trabalho deles, que é o de cuidar, tomar conta do patrimônio que é público”, disse Amaral. No entanto, ele garante que continuará realizando mobilizações em prol da revitalização do Belvedere do Grinfo. “Não podemos fazer shows, mas continuaremos com os manifestos até que o monumento seja devidamente restaurado. Vamos realizar no dia 16 uma ação da Praça Dom Pedro para colher mais assinaturas ao nosso abaixo-assinado, e no dia 25 um festival de pipas no Belvedere. Lá estaremos mais uma vez protestando”. Quem quiser participar da mobilização pode assinar também pela internet, no facebook da Associação Petropolitana de Engenheiros e Arquitetos [Apea], onde está o endereço da petição pública. Fonte: Tribuna de Petrópolis

terça-feira, novembro 06, 2012

segunda-feira, novembro 05, 2012

domingo, novembro 04, 2012

Organizadores confirmam novo evento no Belvedere

O abaixo-assinado em prol da revitalização do Belvedere do Grinfo continua ganhando força, e prova disto são as mais de mil assinaturas que já recebeu. O documento será entregue a autoridades para que o ponto turístico seja restaurado. Os próximos eventos do manifesto já têm data marcada. No dia 16, na Praça Dom Pedro, a partir das 16h, será realizado um movimento com cartazes, fotos dos eventos que aconteceram no monumento, tudo para mobilizar a população, e no local também recolherão mais assinaturas. À frente da mobilização, a Associação Petropolitana de Engenheiros e Arquitetos (Apea), com Luís Amaral, quer mostrar à população a real situação do monumento que fica às margens da BR 040. “Um ponto turístico com aquela paisagem não pode ficar degradado e abandonado do jeito que está”, disse Luís. O Belvedere do Grinfo está sob responsabilidade da Concer, que hoje responde pela manutenção, com os pedágios das vias da BR 040. De acordo com membros da Apea, a última reunião realizada entre os órgãos aconteceu em agosto e, desde então, não foram mais recebidos pela concessionária. “Remarcaram uma reunião em setembro, mas foram desmarcando e logo então recebemos um ofício de que eventos com shows não poderiam mais ser realizados no local porque colocam em risco o trânsito na estrada. Primeiro nos ofereceram apoio e agora nem nos recebem mais”, lamentou Amaral. Ele garante, no entanto, que continuará realizando mobilizações em prol da revitalização do Belvedere do Grinfo. “Não podemos fazer shows no local, mas continuaremos com os manifestos até que o monumento seja devidamente restaurado. Vamos realizar um festival de pipas no dia 25. Lá estaremos mais uma vez protestando”, disse. Os veículos de quem for participar precisam ficar estacionados na rua de acesso ao monumento, onde há vagas para cerca de 200 carros. “Sabemos que não pode ter carros parados na estrada e também não vamos ter barraquinhas. Todas as proibições da Concer vão ser seguidas. É um manifesto de paz. Queremos apenas a restauração deste local”, disse. A expectativa da Apea é conseguir entre dois e três mil assinaturas, e este abaixo assinado será enviado para autoridades públicas como a Agência Nacional de Trânsito e Transportes (ANTT), governo federal e Senado. “Quem quiser participar da mobilização pode estar hoje na Praça Dom Pedro para assinar o manifesto, ou pode assinar também pela internet, no Facebook da Associação Petropolitana de Engenheiros e Arquitetos [Apea], onde está o endereço da petição pública”. Fonte: Tribuna de Petrópois

sábado, novembro 03, 2012

Começa hoje a vacinação contra febre aftosa

Há 15 anos sem o registro de Febre Aftosa em seu rebanho bovídeo, o Estado do Rio de Janeiro inicia a segunda etapa anual de vacinação contra a doença com alteração na estratégia visando a imunização dos animais. De primeiro a 30 de novembro deverão ser vacinados todos os bovinos e bubalinos (búfalos) com até 24 meses de idade. A mudança é válida para já, na campanha de Novembro. Na primeira etapa da vacinação, que ocorre no mês de Maio, o produtor deverá vacinar novamente todos os animais, em qualquer idade. De acordo com o secretário estadual de Agricultura, Alberto Mofati, a medida autorizada pelo Ministério da Agricultura e que atende à reivindicação dos pecuaristas fluminenses foi possível graças aos índices de imunização do rebanho superiores a 90%, alcançados há várias campanhas e que mantém a segurança sanitária contra a doença no estado. “A decisão representa uma redução de despesas de mais de R$ 1,7 milhão para o setor com aquisição de vacina e pagamento de mão de obra. Além disso, facilita o manejo do rebanho, uma vez que, historicamente a grande quantidade de chuvas no mês de novembro costuma interferir no processo de vacinação. A partir de agora, o problema será reduzido, pois somente os animais mais jovens serão manejados”, frisou Mofati. O superintende de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes, lembrou que apesar de parcial, após a vacinação continua sendo obrigatória a apresentação da Declaração de Vacinação em um dos Núcleos de Defesa Agropecuária ou Postos Municipais no Estado. Neste documento deverão constar todos os bovídeos da propriedade – tanto os imunizados na etapa Novembro quanto os dispensados. “A estimativa é de que sejam vacinados quase 860 mil animais, que se encontram nesta faixa etária, do total de 2,13 milhões de cabeças do rebanho estadual”, disse. Fonte:Tribuna de Petrópolis

sexta-feira, novembro 02, 2012

quinta-feira, novembro 01, 2012

Estiagem: Mananciais estão só com 40% da capacidade

O calor e a estiagem estão provocando bem mais do que uma grande corrida a espaços com ar condicionado: a concessionária Águas do Imperador confirmou ontem que os mananciais que abastecem a cidade estão com volume de água reduzido em 60%. E o resultado não poderia ser outro: em alguns dos pontos mais altos da cidade já há registro de falta d'água. Representantes da concessionária estão pedindo que a população use a água de forma criteriosa, a fim de evitar mais problemas. Segundo informações da concessionária Águas do Imperador, fora do período de estiagem são distribuídos 61,8 milhões de litros de água diariamente. “Hoje (ontem), mesmo com o acréscimo de 12 milhões de litros vindos dos sistemas da Ponte de Ferro e Rio da Cidade, que só operam nesse período, nossos mananciais estão com 40% de sua capacidade”, esplicou a direção da empresa, em nota enviada à Tribuna ontem. Ainda de acordo com a empresa, considerando a topografia de Petrópolis, todas as regiões mais altas dependem de elevatórias (casas de bombas) para ser abastecidas, e a maioria das bombas é automaticamente acionada pela força da própria água. Isso faz com que as regiões mais altas fiquem sujeitas à diminuição do abastecimento. “Consequentemente, são melhor abastecidas na parte da noite, quando diminui o consumo e aumenta um pouco o volume de água”, explicou a concessionária, acrescentando que em alguns casos, como o da parte alta da Rua 24 de Maio, o abastecimento só ocorre durante a noite, em função de manobras necessárias para que a água chegue à região. A empresa recomendou, além do uso criterioso da água, a adequação do reservatório, pois o consumo médio de uma pessoa que fique em casa o dia inteiro é de 200 litros. “Em casas cuja caixa d'água é pequena e há muitos moradores, a possibilidade de ficar sem água é bem maior, pois o abastecimento fica intermitente”, explicou a direção da Águas do Inperador, acrescentando que os caminhões-pipa estão à disposição da população. “Mas nem sempre seu engate é acessível nas regiões mais altas”, avisou. Entre as orientações da empresa estão evitar lavar carros ou “varrer” calçadas com a mangueira aberta, tomar banhos prolongados, lavar roupas e regar jardins diariamente. A empresa também pede que a existência de vazamentos sejam informados pelo telefone 115.

quarta-feira, outubro 31, 2012

Inmetro inicia aferição de radares no município

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) iniciou nesta terça-feira (30) a aferição dos radares instalados no município. A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) começou o processo de montagem do equipamento no dia 21 de setembro, por meio da empresa Serget, vencedora do processo licitatório. O departamento de engenharia de trânsito da Companhia realizou estudos de contagem de tráfego que apontaram os dez locais mais críticos em número de acidentes e potencial de risco, utilizando fatores como velocidade e proximidade de área escolar. A Estrada União e Indústria foi a via que mais registrou ocorrências em 2011, com um total de 530, seguida da Avenida Barão do Rio Branco, com 107 no mesmo período. “Alguns dos radares já operam em fase de testes e após a aferição do Inmetro, vamos aguardar entre sete e quinze dias para a divulgação do laudo do Instituto, para que os equipamentos comecem a operar formalmente”, adiantou o presidente da CPTrans, Rosano Kronemberger. Já foram instalados quatro pontos de fiscalização na Avenida Barão do Rio Branco, dois na Rua Washington Luiz, além da Rua Monsenhor Bacelar, Avenida Ipiranga, e as estradas do Loteamento Samambaia e José Carneiro Dias, em Cascatinha, com um local de monitoramento cada. Restam apenas as instalações em sete pontos, que serão distribuídos pela Estrada União e Indústria, entre Corrêas, Itaipava e Nogueira. Fonte:Tribuna de Ptrópolis

terça-feira, outubro 30, 2012

segunda-feira, outubro 29, 2012

Rubens Bomtempo e as propostas para os próximos quatro anos

Vamos cobrar!!! Durante todo o período de campanha eleitoral muitos compromissos foram firmados por Rubens Bomtempo da Coligação Unidos por Petrópolis – Experiência e Competência para voltar a crescer, próximo prefeito de Petrópolis, que irá assumir a administração da cidade no dia 1º de janeiro de 2013. Ao Tribunal Regional Eleitoral (TER), como é de praxe, Bomtempo enviou seu plano de governo. No documento ele explica que suas propostas estão contempladas em três grandes eixos: Cidade Saudável, Cidade Sustentável e Cidade Viva, que reúnem ações para diversos setores da administração pública. No Cidade Viva, entre as propostas está o projeto de reurbanização do Centro Histórico, concluindo o enterramento dos cabos de energia elétrica e a recuperação de todo mobiliário urbano, obra iniciada em sua última gestão. Melhorias no que diz respeito à pavimentação de ruas, iluminação pública, reformas de praças e jardins também estão no plano. Construir um estacionamento subterrâneo e criar um terminal de cargas também são promessas de Bomtempo, que pretende estender a distribuíção de gás natural até os distritos. Criar o Fundo de Aval do Município pelo qual a Prefeitura será o agente avalista de operação de crédito entre micros e pequenas empresas e as instituições do sistema financeiro é mais um plano do futuro prefeito. Além disso, ele garante que vai elaborar um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os servidores. No que diz respeito ao Cidade Saudável, as políticas envolvem diretamente as estruturas públicas responsáveis pela prestação de serviços na área da saúde, assistência social, esporte e lazer, com o apoio de setores como educação, cultura e meio ambiente, dentre outros. Entre as metas de Rubens neste eixo está a ampliação do Programa Saúde da Família e a criação de outros programas como: Mais Consulta, Saúde no Seu Bairro e Mamografia Móvel. estabelecer Serviço de Parto Humanizado na Maternidade do Hospital Alcides Carneiro, criar a Central de Marcação de Exames, disponibilizar na rede pública a vacina contra o vírus do HPV, criar o Programa Correio da Saúde e implantar o Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, também fazem parte da lista de promessas. Já no eixo Cidade Sustentável, entre os objetivos do futuro governo estão evitar tragédias no município com ações de prevenção a vida e ao meio ambiente. Para isto, Bomtempo vai criar a Secretaria Municipal de Defesa Civil e de Proteção Social. Outra secretaria que deve ser criada é a Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá, Madame Machado, Gentio e adjacências, com o intuito de reverter os danos causados pela tragédia de 2011. Rubens garantiu ainda executar reformas e melhorias nos Conjuntos Habitacionais da Prefeitura como Samambaia, Castelo São Manoel, Quitandinha, Serrinha e Carangola e também criar o Programa Lixo Zero, cuja meta final será acabar com qualquer tipo de depósito, aterro ou armazenamento de resíduos em solo petropolitano. Nas ruas, mais propostas No período de campanha, foram muitas visitas aos bairros pretropolitanos e entrevistas para jornais locais, onde Rubens Bomtempo ouviu muitas reivindicações e fez promessas à população. Em muitas desta ocasiões, o próximo prefeito da Cidade Imperial falou sobre o compromisso de recuperar o Hospital Alcides Carneiro (HAC), garantindo que vai investir na unidade que é o principal hospital do povo. Outras medidas muito comentadas por ele são a implantação do Banco Comunitário, a criação da Moeda Social e a regulamentação da lei que cria a figura do empreendedor individual. Muitas promessas foram feitas para o setor da educação, com a abertura de creches em locais como Vila Rica, Duarte da Silveira, Sargento Boening, Caxambú, Valparaíso e ainda a criação de Centros de Educação Infantil para as ruas 14 Bis, Bartolomeu de Gusmão e Comunidade Oswaldo Cruz. Bomtempo garantiu também que quer uma creche destinada às comerciárias do Polo de Moda do Bingen e mais uma para os servidores. Em uma de suas falas durante campanha, Rubens garantiu que vai dar bolsas para a compra de livros e instrumentos musicais para alunos da rede pública de ensino. Ele afirma querer consolidar Petrópolis como um polo universitário e pretende trazer uma universidade pública para o município. No setor da economia, durante um dos debates em que participou, Bomtempo se comprometeu a abrir um diálogo com os advogados e outros profissionais liberais sobre a forma de cobrança do ISS. “Vamos fazer um amplo debate e discussão sobre esse assunto, fazendo com que aquele que produz mais pague mais e aquele que produz menos pague menos”, enfatizou. Para fortalecer os polos de moda, um dos planos é o pagamento do pedágio de vans e ônibus para impulsionar o número de compradores. Assumiu também voltar com a verba que era destinada à Associação de Empresários e Amigos da Rua Teresa (Arte) para investir na divulgação do pólo de moda. Durante um encontro com integrantes do Petrópolis Convention & Visitors Bureau e do Conselho Municipal de Turismo, Bomtempo anunciou a volta da Secretaria Municipal de Turismo e um fundo para dar mais autonomia ao setor na cidade. Outra secretaria que deve retornar em sua gestão é a Secretaria de Agricultura. Ele disse ainda que irá dividir a Secretaria de Trabalho e Assistência Social em duas pastas, criando a Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo. Já no que diz respeito ao transporte Bomtempo diz que quer 100% das linhas de ônibus integradas, anunciando que em seu governo vai dar continuidade à implantação do sistema de integração no transporte público, que foi iniciada há 20 anos. Na saúde, além de melhorar as condições do Hospital Alcides Carneiro, Bomtempo afirma querer alcançar 75% da população com o programa de Saúde da Família, instalando postos de saúde em muitas comunidades petropolitanas. Para os idosos, a meta é entregar remédios em casa, além da preocupação com municipalização de campanhas de imunização e o retorno do Serviço Social de Cirurgia de Catarata. Asfaltamento, implementação de iluminação pública e saneamento básico foram solicitações feitas por centenas de cidadão e Rubens Bomtempo prometeu atender muitas delas. Propostas Rubens Bomtempo Petrópolis Cidade Viva - Reurbanizar as áreas centrais dos principais bairros dos distritos; - Restabelecer o Projeto de Reurbanização do Centro Histórico; - Pavimentar 100 quilômetros de vias em todo o município; - Retomar o Programa Mutirão Comunitário Remunerado; - Construir o estacionamento subterrâneo na área central; - Criar o Terminal de Cargas em área junto à BR-040; - Retomar o Programa Mais Luz, Mais Vida; - Expandir a rede de gás natural para os distritos; - Consolidar a tarifa única e a integração tarifária em 100% das linhas de ônibus; - Recuperação e instalação de novos abrigos de passageiros; - Retomar os estudos para a criação das linhas circulares gratuitas no Centro Histórico; - Dotar as estações de integração com painéis informativos sobre os horários e tempos de espera da condução; - Fortalecer a fiscalização do serviço de transporte coletivo; - Defender junto ao Governo do Estado a criação de novas linhas e horários na ligação Rio-Petrópolis; - Elaborar e implantar o Plano de Mobilidade Urbana e o Plano Diretor de Trânsito e Transportes; - Instalar painéis informativos sobre as condições de trânsito; - Restabelecer as campanhas permanentes de Educação no Trânsito; - Reorganizar e ampliar a Escola Municipal de Trânsito; - Criar a Minicidade do Trânsito; - Ampliar o número de câmeras da Central de Monitoramento à Distância; - Criar a Secretaria Municipal de Turismo; - Construir um Centro de Convenções e Eventos; - Criar o Terminal de Ônibus de Turismo junto com a iniciativa privada; - Fortalecer a divulgação de Petrópolis como centro de Ecoturismo e Gastronomia; - Executar o Projeto de Reativação da Linha Férrea da Serra da Estrela; - Restabelecer o Programa de Iluminação Artística de Pontos Turísticos; - Retomar o Programa de Reurbanização do Centro Histórico; - Criar a Escola Técnica de Hotelaria e o Liceu de Artes e Ofícios; - Criar o Projeto Guias de Petrópolis; - Investir na criação e publicação de Guias e Mapas Turísticos; - Criar a Escola do Cervejeiro, em parceria com a iniciativa privada; - Criar o Museu Cidade de Petrópolis; - Criar o Calendário Permanente de Atividades Culturais; - Criar a Casa do Artista; - Criar a Concha Acústica de Petrópolis para espetáculos; - Criar o Programa Ônibus Cultural; - Ampliar as atividades e programação do Centro de Cultura Raul de Leoni; - Restabelecer a Bienal do Livro de Petrópolis; - Restabelecer o Programa Municipal de Desburocratização; - Criar a Casa do Empreendedor e o projeto Poupa-Tempo Municipal; - Criar o Fundo de Aval do Município; - Ampliar o Programa do Crédito Cidadão; - Criar o Banco Comunitário de Petrópolis e a Moeda Social de Petrópolis; - Criar o Projeto Incubadoras de Empresas; - Retomar e ampliar a participação da Prefeitura no Projeto Petrópolis-Tecnópolis, - Retornar com a Feira de Negócios – ExpoPetrópolis; - Criar a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia; - Restabelecer as parcerias técnicas e de incentivos econômicos para a promoção dos Polos de Moda; - Elaborar Projeto de Lei de Incentivos Fiscais para empresas que contratem jovens com base no Programa Meu Primeiro Emprego; - Promover a ocupação de fábricas e galpões desativados; - Ampliar o Programa de Cursos Profissionalizantes; - Promover os estudos necessários para a criação do Mercado Municipal de Alimentos, - Criar a Escola Técnica Rural; - Reativar a Comissão de Análise de Reforma Administrativa (Caram); - Criar o Programa de Requalificação e Capacitação Permanente do Servidor; - Elaborar um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários para os servidores; - Reduzir a carga horária dos servidores responsáveis por pessoas portadoras de deficiência; - Criar o Programa Habitacional do servidor; - Criar a sede campestre para o servidor; - Reinstalar os Terminais de Autoatendimento nas Praças Públicas; - Reorganizar e restabelecer o funcionamento dos Conselhos Municipais; - Revitalizar e dar apoio técnico e material para a Casa dos Conselhos; - Restabelecer o calendário anual de Audiências Públicas com as Associações de Moradores; - Retomar o Programa do Orçamento Participativo; - Investir R$ 3 milhões anuais em obras nos bairros escolhidas pela população; Petrópolis Cidade Saudável - Implementar serviços de prevenção e tratamento de doenças; - Restabelecer e ampliação do Programa Saúde da Família (PSF); - Criar o Programa Mais Consulta; - Criar o Programa Saúde no Seu Bairro - Criar o Projeto Mamografia Móvel; - Restabelecer o Serviço de Parto Humanizado na Maternidade do Hospital Alcides Carneiro; - Criar o Programa Bolsa Bebê Saúde oferecendo um kit enxoval; - Incluir Petrópolis no Programa Rede Cegonha do Ministério da Saúde; - Criar a Central de Marcação de Exames; - Criar o Centro de Diagnósticos de Imagens e de Exames Complementares no Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp; - Criar o Programa Correio da Saúde; - Implantar o Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência; - Renovar e ampliar a frota de ambulâncias do Sistema de Saúde; - Criar o Serviço de Traumato-ortopedia no Hospital Alcides Carneiro; - Criar o Programa de Residência Médica em Pediatria e Ortopedia; - Criar o Programa de Bolsa de Estudo para alunos de Medicina; - Ampliar o Programa de Atendimento Odontológico nos PSF's; - Ampliar os Leitos de CTI do Hospital Santa Teresa; - Disponibilizar na rede pública a vacina contra o vírus do HPV; - Reativar o Serviço de Hospital Dia para os pacientes psiquiátricos; - Reorganizar e ampliar o Programa de Distribuição Gratuita de Remédios Homeopáticos; - Criar o Serviço Gratuito de Castração Móvel de Animais; - Ampliar os convênios com as entidades protetoras de animais; - Criar o Programa Voltando pra Casa, para auxiliar o retorno rápido e seguro de viajantes e andarilhos para suas cidades de origem; - Criar o Centro de Referência e Atendimento ao Idoso; - Criar o Programa Esportivo e de Lazer para a Terceira Idade; - Criar o Programa de Acessibilidade para Idosos e Pessoas com Necessidades Especiais; - Expandir o Programa Cesta Cheia Família Feliz com a meta de 50 mil famílias assistidas até 2016; - Criar o Restaurante Popular nos Distritos; - Restabelecer o Programa Cozinhas-Comunitárias; - Implantar novas unidades do Projeto Padaria-Escola; - Instalar novos Cras – Centros de Referência de Assistência Social; - Instalar a Delegacia da Mulher em parceria com o Estado; - Criar o Programa de Internet gratuita nas comunidades; - Promover bailes da Terceira Idade nos distritos; - Construir o Ginásio Poliesportivo e a Vila Olímpica de Petrópolis; - Construir uma pista de skate para competições oficiais em área do Parque Municipal em Itaipava; - Criar o Projeto Academia ao Ar Livre; - Criar o Programa de Incentivo ao Esporte Paralímpico; - Restabelecer o Programa de Iniciação Desportiva (PID); - Criar o Projeto Craques do Futuro; - Restabelecer o Projeto Ruas de Lazer nos bairros; - Reorganizar e dar mais visibilidade aos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis; Petrópolis Cidade Sustentável - Restabelecer o Programa Moradia e Cidadania; - Criar o Banco da Construção Segura; - Implementar o Programa Lixo Zero; - Incentivar o consumo consciente nas escolas; - Premiar empresas que adotem práticas de sustentabilidade; - Expandir a rede de Gás Natural; - Retomar o Projeto Escola-Parque da Rua Impiranga; - Criar o programa Engenheiro e Arquiteto da Família; - Ampliar a Guarda Civil Florestal; - Restabelecer e intensificar o Programa Moradia e Cidadania; - Criar o Banco da Construção Segura; - Restabelecer o Programa de Regularização Fundiária; - Executar reformas e melhorias nos Conjuntos Habitacionais da Prefeitura; - Restabelecer o Programa Melhorias Sanitárias; - Substituir gradualmente as caçambas públicas de lixo; - Restabelecer o Programa Limpeza Pura nos bairros; - Reorganizar e intensificar as parcerias entre a Prefeitura e as cooperativas de catadores; - Retomar o Programa de Biodigestores Comunitários; - Promover a atualização do Plano de Investimentos da subconcessionária Águas do Imperador; - Criar o Selo Petrópolis de Responsabilidade Ambiental Empresarial; - Ampliar o Projeto Plantando o Futuro; - Criar novos Centros de Educação Ambiental; - Criar o Banco Municipal de Sementes Nativas da Mata Atlântica; - Investir no reflorestamento das encostas atingidas por chuvas; - Expandir o Programa Petrópolis Recicla de Coleta Seletiva; - Criar novos ecopontos para a coleta seletiva; - Criar o Programa de Coleta de Resíduos Sólidos da Construção Civil; - Ampliar o destacamento e as atribuições Guarda Civil Florestal; - Incentivar a criação de novas RPPNM (Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal); - Destinar a arrecadação do ICMS-Verde para projetos ambientais e campanhas educativas; - Investir em um amplo projeto de educação ambiental nas escolas da rede municipal; - Retomar o Projeto da Escola-Parque Ambiental na Rua Ipiranga; - Criar a Secretaria Municipal de Defesa Civil e de Proteção Social; - Criar o Fundo Municipal de Ações Preventivas e Emergenciais; - Criar o Programa Engenheiro e Arquiteto da Família; - Restabelecer a atividade de Agente Comunitário de Saúde e Meio Ambiente; - Reorganizar as funções e atividades do Comitê de Ações Emergenciais; - Atualizar e aperfeiçoar os Programas Aluguel Social e Auxílio Emergência; - Instalar estações meteorológicas, rede de pluviômetros e sistemas de sirenes nas comunidades localizadas em áreas de risco; - Reativar e Fortalecer os Núcleos Descentralizados de Defesa Civil nas Comunidades (Nudecs); - Retomar o Programa de Dragagem e Limpeza Permanente dos Rios; - Criar a Secretaria Extraordinária de Recuperação, Revitalização e Reconstrução do Vale do Cuiabá, Madame Machado, Gentio e adjacências; - Construir o Memorial do Vale do Cuiabá, um espaço para a reflexão e de homenagem às vítimas da tragédia das chuvas; - Criar o Programa do Horário Integral nas Escolas; - Criar o Programa Aprenda outro Idioma oferecendo bolsas de estudo gratuitas aos alunos da rede municipal; - Criar o Programa Apoio para Universitários subsidiando transporte e alimentação para quem estuda fora da cidade; Criar o Programa Escola Aberta com atividades durante os fins de semana; - Reativar as Associações de Apoio às Escolas; - Construir mais escolas e Centros de Educação Infantil (creches); - Ampliar o Programa de bolsas de estudo gratuitas em parceria com as Universidades; - Ampliar o número de cursos de ensino superior no Cederj; - Ampliar as turmas de ensino médio noturno nas escolas municipais; - Ampliar o transporte escolar gratuito nas áreas de difícil acesso; - Ampliar e melhorar a parceria com as creches conveniadas; - Ampliar o Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA); - Ampliar os cursos de qualificação para o professor; - Ampliar o Programa Ronda Escolar; - Restabelecer e fortalecer o Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental para professores da rede pública; - Reorganizar o Programa Monitorando o Futuro - Criar o Centro de Educação Tecnológica e Profissional – Cetep dos Distritos. Fonte: tribuna de Petrópolis

domingo, outubro 28, 2012

sábado, outubro 27, 2012

sexta-feira, outubro 26, 2012

Problemas com lixo continuam por toda a cidade

Ruas sujas, coletoras abarrotadas e vias sem varrição. A capina também não tem acontecido, o que agrava ainda mais a situação. Esse é o cenário encontrado em toda a cidade 13 dias depois do contrato com a empresa Locanty ter sido rescindido pela Prefeitura Municipal. A precariedade do serviço que vem sendo prestado atualmente pode ser confirmado em importantes pontos do município, como a Rua Teresa, por exemplo. No local, comerciantes destacam que a coleta, que era feita diariamente, não tem acontecido mais com tanta frequência. A Travessa Maestro Deoclécio Damasceno de Freitas, que fica na altura do numero 32 da Rua Teresa, às 15h de ontem era a prova do abandono. Além da coletora abarrotada, havia muito lixo espalhado na via. “A nossa expectativa é de que a coleta seja feita hoje. Ficamos envergonhados, pois os turistas estão chegando e encontram lixo desde a entrada da cidade, e aqui não está diferente”, disse a comerciária Samanta Oliveira, de 33 anos. Nesse mesmo horário, na Rua dos Ferroviários, o lixo amontoado também gerava indignação dos moradores. “Não passam por aqui há mais de uma semana. Ligamos sempre para a Comdep pedindo providências, mas nada acontece. A sujeira aumenta a cada dia”, disse a morada Andréa da Silva, de 40 anos. “O serviço já não estava sendo feito de forma adequada, mas agora está bem pior. Como não estamos numa rua principal e a sujeira não está em evidência, nossas reclamações não estão ganhando importância”, complementou. De acordo com funcionários, o número de trabalhadores nas ruas tem diminuído, porque os cartões usados para a passagem nos ônibus não estão sendo recarregados. “As pessoas não têm como sair para trabalhar. Além disso, estamos perdidos, pois não sabemos a quem recorrer no fim do mês para receber os nossos salários”, disse o trabalhador, afirmando que uma nova empresa já começou a ocupar o espaço da Locanty. “Chegaram 14 caminhões novos, mas esse número não é suficiente para seguir o cronograma. O serviço está sendo feito de forma precária”. De acordo com a Comdep, os serviços de coleta estão normalizados e, através da assessoria de comunicação, a companhia reforçou as equipes de limpeza e de varrição no centro da cidade, salientando ainda que a coleta de lixo está sendo feita por antigos funcionários da empresa Locanty, que estão sendo reaproveitados. Fonte: Tribuna de Petrópolis

quinta-feira, outubro 25, 2012

quarta-feira, outubro 24, 2012

terça-feira, outubro 23, 2012

Cidade se prepara para 12ª edição do Petrópolis Gourmet

Um dos mais importantes polos gastronômicos do Brasil, a Região Serrana do Rio de Janeiro abre a alta temporada, em novembro, com a 12ª edição do festival Petrópolis Gourmet. Serão 10 dias de programação em Petrópolis, a Cidade Imperial, incluindo o Centro Histórico, bairros e distritos como Itaipava, Araras, Secretário e Pedro do Rio, entre os dias 10 e 20 de novembro, quando 15 mil pessoas devem participar das atrações do evento. Este ano, o Petrópolis Gourmet tem como tema Os sabores da nossa terra, com uma homenagem à gastronomia dos estados da Região Sudeste. Vinte e oito restaurantes participam do festival, com o desafio de preparar menus especiais que ressaltem a diversidade e riqueza das culinárias carioca, capixaba, mineira e paulista. O Palácio de Cristal – um dos mais importantes pontos turísticos de Petrópolis – será um dos principais locais com programação do evento na região. Lá, será montada uma tenda externa e funcionará o Palácio Gourmet, com oficinas gastronômicas, harmonizações e venda de produtos. O Palácio Gourmet também vai funcionar como uma central de informações das atrações do festival. A programação começa no dia 10 pela manhã, com o Concurso de Pizzaiolo, das 9h às 13h, no Palácio Gourmet. Em seguida, no mesmo local, haverá o Gourmet Kids, das 11h às 13h. O chef Barão conduz a oficina Cozinha de Autor, das 13 às 14h30. Outro destaque será a oficina dos chefs Cristina Pellegrini e Lo Presti, que ensinarão a preparar o Cuscuz Paulista. A cervejaria Bohemia também participa do festival com palestras no Palácio de Cristal, nos dias 12, 13 e 15 de novembro. No dia 17, o chef Pedro Pernambuco ensina a preparar Pão Capuccino, das 14h às 15h30. No mesmo dia, Pedro Troyack ministra oficina de Cerveja Artesanal, das 20 às 21h30. O curso Free Style Pizza – pizza acrobática –, com o pizzaiolo italiano Patrick Catapano, é outro destaque do festival e acontecerá entre os dias 15 e 18 de novembro, no Palácio de Cristal. É possível obter mais informações no site oficial do evento, www.petropolisgourmet.com.br. Fonte: Tribuna de Petrópolis